quinta-feira, 1 de junho de 2017

Beatles, Berni e Bouquiniste


Querido diário:

Não são poucos meus entrecruzamentos com os Beatles. Mas esta é a primeira vez que fico entre eles e a Livraria Bouquiniste (Rua André Puente, 357, em Porto Alegre). A primeira audiçã devo a minha irmã. Às primeiras danças, fechou-se a infança. Depois veio Sgt. Pepper's Lonely Hart Club Band, mas não foi imediato. Daquele 1o. de junho de 1967 (eu estaria prestes a fazer meu primeiro vestibular para o curso de arquitetura. Arquitetura? Uma sequência de -sei lá- umas dez reprovações no 'vestiba', um dia conto o final) até, digamos, a aquisição do disco no segundo semestre, em curta estada como vice-auxiliar-de-escriturário no Banco Agrícola Mercantil, talvez já incorporado pelo até hoje conhecido Unibanco/s. No capitalismo, tudo vira mercadoria, então comprei e paguei o disco a um colega do banco, cujo apelido era Alemãozinho, que também podia ser um descritor de meu fenótipo.

Ato contínuo (pero no mucho) vi-me como que dividindo o palco com Paul McCartney, em um seminário que apresentei em Floripa/UFSC e ele -Paul- um show na quarta-feira, 25 de abril de 2012, muito concorrido, tomando o Estádio da Ressacada. Até hoje não foram liberadas as comparações entre o número de ouvintes de um e outro eventos. De minha parte, garanto que minhas diatribes contra o neo-desenvolvimentismo e o fetiche da industrialização como setor chave para o alcance do desenvolvimento econômico e da sociedade igualitária deixaram a semente n'algum canto do jardim, dos jardins pantanosos do campus da UFSC, mais perto do Centro Sócio-Econômico que da reitoria...

Mais perto daquela memorável noite florianopolitana, hoje mesmo, na tarde de hoje, haverá outra conjunção entre as ações de minha vidinha e a trajetória da humanidade, as a whole. É que vou apresentar um seminário intitulado "Ulysses 22-96" na Livraria Bouquiniste (André Puente, 357). Hoje, hoje, hoje, hoje: 50 anos do lançamento do disco, it was twenty years ago today, ou seja, pela aritmética, 20 + 50 aproximadamente igual a 70. Em outras palavras, em poucas semanas, completo meus 70. E disseram que os rapazes de Liverpool viriam para tocar na reunião dançante que fiz (eles não aparareceram) da festa dos 20. Então trata-se mesmo de caminhos cruzados, com longos trechos em paralelo. James Joyce caprichou na concepção de seu Ulysses. E eu capricharei na exposição de alguns meandros encontrados ao longo da estrada real, a que leva ao conhecimento supremo que a humanidade pode alcançar. Se é que já não me perdi neles.

DdAB

Nenhum comentário: